sábado, 23 de abril de 2011

Ozzy Osburne: In My Life

 



Letra
There are places I'll remember
All my life, though some have changed
Some forever, not for better
Some have gone and some remain
All these places had their moments
With lovers and friends, I still can recall
Some are dead and some are living
In my life, I've loved them all

But of all these friends and lovers
There is no one compares with you
And these memories lose their meaning
When I think of love as something new
Though I know I'll never lose affection
For people and things that went before
I know I'll often stop and think about them
In my life, I'll love you more

Though I know I'll never lose affection
For people and things that went before
I know I'll often stop and think about them
In my life, I'll love you more

-----------------------------------------------------------------''

Tradução

Há lugares que eu vou lembrar
Toda a minha vida, embora alguns tenham mudado
Alguns para sempre, não para melhor
Alguns se foram e outros permanecem
Todos esses lugares tiveram seus momentos
Com amores e amigos, ainda posso me lembrar
Alguns estão mortos e alguns estão vivos
Na minha vida, eu já amei todos eles

Mas de todos esses amigos e amores
Não há ninguém que se compare com você
E essas memórias perdem o sentido
Quando penso no amor como algo novo
Embora eu sei que nunca vou perder o afeto
Para as pessoas e coisas que vieram antes
Eu sei que muitas vezes parar e pensar sobre eles
Na minha vida, eu te amo mais

Embora eu sei que nunca vou perder o afeto
Para as pessoas e coisas que vieram antes
Eu sei que muitas vezes parar e pensar sobre eles
Na minha vida, eu te amo mais

terça-feira, 12 de abril de 2011

Vc já sentiu saudade?Mas não estou falando daquela de um final de semana, ou alguns dias.Falo mesmo é de uma saudade de três meses!Aquela que há muito a gente esqueceu como a pessoa é, mas graças a minha memória extraordinária (para coisas fora das matérias escolares claro), lembro muito bem de tudo.E as vezes lembrar de tudo me deixa, meio assim, triste.Mas percebo que isso não é tristeza, mas sim, saudade.Penso em como estou no momento, estou bem, não perdi nada, nem ninguém.Apenas estou longe, e como ele mesmo disse: Aqui e ai são apenas distâncias.



Beejos ;*
Uma de nós três ...

domingo, 3 de abril de 2011

E o que importa o que você fez no passado? O importante é o que você é agora. 

 Queria que fosse mais fácil colocar as coisas que aprendi em prática. Do tipo: 

“Não ligue para o que os outros pensam”, ou
 “Cuidado com as pessoas que você  confia.”

quinta-feira, 31 de março de 2011

legião urbana - mais uma vez

Mais uma vez ♪

Mais uma vez - Legião Urbana

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez eu sei
Escuridão já vi pior de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem.

Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Tem gente enganando a gente
Veja a nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança!

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez eu sei
Escuridão já vi pior de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem.

Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena
Acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança!

Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!

sábado, 19 de março de 2011

Aquela viajem - parte X (final)

Ele era meu. Bom, até  amanhã, antes de meu avião embarcar.Já estávamos na segunda-feira....
Mas e depois? Quando eu voltar, o que será?Essa duvida estava em minha cabeça. Já Mia, não se preocupava, Itabira fica menos de uma hora de Belo Horizonte, vai ser fácil os dois se encontrarem.
Passei a manhã toda, eu e a Mia, com sua família. Divertimos-nos muito. E  após o almoço, irei para o BH Shopping. Já que hoje, é oficialmente, meu ultimo dia em Belo Horizonte.
Após o almoço, eu e Mia fomos pra o shopping, lá nos separamos, ela com o Flavio e eu com o Luis. Estava na hora de decidir o que iríamos fazer, e uma profunda dor perfura o meu peito.
- Luis... - Digo, com a cabeça baixa. - Amanhã eu já irei embora. E provavelmente, você volte com a sua namorada, é melhor pararmos por aqui.
-Liz, - diz ele segurando o meu rosto. - eu sabia que esse dia iria chegar. E esse foi o melhor feriado que já tive.
-Sim, o meu também. - digo- Alguns dizem que os feriados podem ser como um sonho. E amanha irei acordar, mais com a certeza de que valeu a pena.
- Mas me arrependo, você não sabe o quanto me arrependo pelo ano passado. Se eu pudesse fazer diferente...
-Mais não podemos voltar no tempo. E acho que devia te agradecer.
-Me agradecer?- diz ele, com uma cara que não tava entendendo nada. - Por te magoar tanto?!?
- É, por cauda disso eu amadureci. Se hoje estou aqui foi por causa do meu passado, que me ensinou. O que irei viver futuramente, também pode virar uma lição de aprendizado, como foi o ano passado. A dor nos fortalece.
Depois de meu discurso, ele pega seu celular.
- Alô, Flavio? Sou eu,o Luis. Escuta, que tal eu e você darmos uma rodada no shopping?
Ele percebe que o meu olhar era de raiva. Ele olha para mim continuando a conversa com o Flavio.
- Eu, você, a Liz e a Amélia. - diz ele me olhando com um sorriso maligno que ele faz quando prega uma peça em alguém.
Quando ele desliga, deu um leve soco em seu braço.
-Você não muda, não é?- digo
- Velhos hábitos nunca mudam. 

Fiiiiiim !
beeejos, nós 3...

Aquela viajem - parte IX

Depois do almoço, fomos para o hotel. Até lá Mia fez de tudo para que eu ficasse feliz, na situação que eu me encontrava era impossível eu ficar feliz.
Quando a gente chegou ao hotel, a menina tava mais animada do que nunca. Ela sabia que o meu humor tava péssimo, e que nem queria me arrumar pra encontrar aquele... Aff!
-Olha aqui Liz, sei q você  ta desanimada mais eu foi te ajudar a levantar esse humor- disse ela vindo até mim me dar um abraço- e eu vou te ajudar a escolher a sua roupa, ok?
-Acho que não tenho a roupa certa- disse em um tom sarcástico – afinal não se vende em nenhuma loja, uma roupa de lutador de boxe junto com as luvas, pois é das luvas que preciso.
Ela riu, e me ignorou, depois de tomar meu banho, me deparo com uma peça de roupas minhas na cama. Eram as roupas que havia comprado  quando fomos ao BH Shopping, e meus sapatos novos também estava lá, uma ankle boot preta.
-É isso daí que você vai vestir- disse  Mia, terminando de secar seu cabelo-  cê  vai ficar super cool, do estilo que você  gosta.
Olhei de volta para a combinação de roupa, t-shirt com estampa  divertida, , meia-calça preta grossa, short  boyfriend  e uma camiseta xadrez. Era um look com a minha cara, havia gostado.
Depois de me arrumar completamente, fomos  de carona com sua mãe até o Shopping Savassi. Quando chegamos lá já eram  14:15, Mia só faltou morrer por termos demorado tanto, eu não me preocupei, por mim podia demorar mais.
Chegamos á  Praça de Alimentação, eu e principalmente a Amélia olhamos para todos os lados, eu não tava muita a fim de achá-los. E meu coração batia mais forte ao mesmo tempo e a confusão dos sentimentos ia aumentando.
-Achei eles!-diz Mia me puxando para o lugar onde estavam.
Quando chegamos lá , a garota me deixou sozinha, ela voou pra abraçar o Flavio, e o abraço foi bem forte mesmo. Fiquei lá, no mesmo lugar, chocada. Luis também ficou chocado, mais não tanto quanto eu fiquei, ele virou a cabeça pra frente, olhou para mim e veio em minha direção, a cada passo dado dele, meus sentimentos ficavam a flor da pele.
-Achei que você não vinha. – Disse ele dando um beijo em meu rosto.
-Fui obrigada. – E olho para Mia, ela tava grudada com o garoto.
-Bom, gente- Flavio disse, é aqui que ficamos, eu com a Amélia e  você com a  Elisiane.
-Ok, até daqui a pouco.- disse Luis.
Após desta despedida,  saímos da praça de alimentação, e fomos andando. O silencio entre a gente estava fazendo muito barulho, eu sabia que isso iria acontecer. E não queria ver a mesma historia se repetindo novamente, pois a personagem principal  ainda sou e o historia a mesma.
continua ...

Aquela Viajem - parte VII

Fiquei paralisada. Lá estava eu, de boca aberta ao descobrir que o garoto que havia visto no shopping era o Luis. Era uma boba apaixonada por ele, ano passado, maluca, alucinada, bom, eu posso dizer que ele havia sido a primeira pessoa que eu havia amada intensamente. E também foi a primeira pessoa que me magoou imensamente. Ele o destruiu em pedaçinhos.
            -Amém!Você finalmente me reconheceu. - disse ele vindo me abraçar.
            Ainda estava paralisada, não sabia o que fazer. Quando veio me abraçar, fiquei com uma cara do tipo desde-quando-a-gente-se-fala-pra-você-me-braçar?.
            -Você deve estar aqui por causa do feriado- disse ele ainda me abraçando.
            Ele me solta, e fica segurando meu braço. Aquela confusão de sentimento em mim era tanta, acho que estou sonhando, daqui a pouco eu acordo deste pesadelo.
            -Vamos marca um dia pra conversarmos...
            Conversa?Ele deve ter batido a cabeça em um poste...
            -Er...Tenho que ir, e alem do mais não temos nada para conversar.E obrigado pelos óculos. Tchau!-Digo, ele já havia soltado meu braço.
            Após dizer isso, puxo Mia pelo ombro. A garota tava babando por um amiguinho do Luiz.
            -Hey!-Diz Luis, pegando meu braço com tudo. Quase caio, junto com Mia- É sobre isso que você ta fugindo que quero falar.
            Olho para a minha amiga, ela estava doida para que eu aceitasse. Neste momento, uma parte de mim, que havia enterrado bem no fundo, para me esquecer renasce das cinzas.A minha parte, que gostava dele.Não que eu ainda goste dele, ele me magoou, tudo que sinto por ele é raiva e ódio.
            -Ok.Hoje, 14:30 no Pátio Savassi.Na praça de alimentação.-Depois disso, saio em disparada junto com Mia.
            -Meu, que gato o tal do Luis!-Diz Mia, enquanto olho pro relógio 11:45, tínhamos de encontrar os pais de Mia.-O amigo dele, o Flavio, também é muito gato. Você fica com o Luis e eu com o Flavio, beleza?
            HAHAHAHA, outra demente que bateu a cabeça no poste.
            -Depois do almoço, se prepare gatinha- continuou ela – vamos nos produzir, e por as melhores roupas, que compramos ontem...
            OMG. Acabei de aceitar a bobagem do século! Alguém me belisque para acordar deste pesadelo?! 
                                                               continua...

Aquela Viajem - parte VI

Acordamos por volta das 7:30 da manhã, o.k., é um horário muito cedo para se acordar no domingo. Mais se você quiser ir para a feira hippie de Belo Horizonte, bom, você acordou tarde.
Chegamos ao restaurante do hotel- eu e a Mia- já arrumadas e prontas. Igor ficou em cima de uma cadeira, para podermos avistá-los.
-Bom Dia meninas – disse a Sra. Suzana  - dormirão bem?
A resposta da sua filha foi um bocejo de sono, a coitada estava tão ansiosa para ir que só conseguiu dormir por volta das uma da madrugada, por ai. Ainda bem que dormir cedo.
Após o café, fomos para o carro. O Sr. Anderson combinou comigo e com sua filha, de nos encontrarmos ao meio-dia, para almoçarmos. A Feira de Artesanatos é enorme,pega umas três ou mais ruas inteirinhas, eu nunca cheguei até o final e nem na metade da praça. Ao chegarmos lá , os pais de Mia, nos deixaram em uma parte da praça, e eles iram para a outra parte da praça, para nos deixar sozinhas!!
Enquanto andávamos, vi  uma barraca de óculos, nos duas  fomos correndo ver. Havia também, muitos óculos no estilo wayfarer, encontrei um preto e braço todo quadriculado, uma graça, era doida por um. Perguntei ao atendente da barraca, sobre outro tipo de óculos:
-O senhor tem um óculos estilo wayfarer, só que ele é rosa e as armações dos lados são amarelas?
-Sim, temos apenas um deste modelo, mas...- ele olha para o meu lado esquerdo- Acho que já vão levar.
A barraca, por sinal, estava cheia, só por causa dos wayfares. Eu e Amélia, conseguimos um lugar no meio de uma galera. E então olho para o meu lado esquerdo, e vejo um grupo de garotos, aqueles que saem juntos pra zoar, sabe?Tinha um integrante do grupo – um loirinho- que estava no meu lado esquerdo , ele estava com o óculos que eu tanto quero. Ele havia ouvido a minha conversa com o atendente, olha pra mim com a boca aberta, envergonha, viro a cara com tudo e falo ao atendente:
-Vou levar este.
-Não, deixe que eu pago para você- falo o tal garoto, puxando os óculos da minha mãe e tirando de seu rosto os óculos que eu tanto queria- eu também pago este aqui para você.
Olho com uma cara para o garoto do tipo quem-ele-pensa-que-é? 
-Desculpe, mais não-  respondo- afinal nem me conheço.
- Elisiane, não está me reconhecendo? Eu te vi ontem no shopping...
Caramba, uma confusão de sentimentos vem á tona, junto com uma retrospectiva do ano passado. Não acredito, era ele. Espantada falo:
- Luiz?!
                                                        Continua...

Aquela viajem - parte V

Lá estávamos, eu e a Mia, rodando no BH Shopping, segurando um monte de sacolas de roupa. Estávamos lá desde ás 11:00 horas, havíamos almoçado na praça de alimentação, depois fomos para varias lojas de roupa.Agora, estamos andando no segundo andar,sem um destino definido.
Mia estava falando que os pais dela já estavam cansados de suas atitudes rebeldes, o motivo por aquela mudança radical. E em relação a isso digo:
-Então é por isso que não tive noticias suas esse tempo...
-É, meus pais excluíram todas as minhas redes sociais.
-Hum. Tenso, muito tenso.
Olhando para os lados, vejo um casal de namorados, deviam ter mais ou menos a minha idade. A garota, era bonita, cabelos longos de uma cor castanho claro,estava de mãos dadas com o namorado. O garoto era lindo, olhos azuis da cor do oceano, e cabelos loiros. Estava com um certo pressentimento, como se eu conhecesse o tal garoto de algum lugar. Mais minhas lembranças não me permitam que eu me recordasse...
Enquanto estava tentando me recordar, o tal garoto olha para mim, pelo menos eu acho que foi para mim. Ele estava me olhando com uma cara do tipo “não-acredito”. Olhando também para ele com uma cara do tipo “caramba-eu-te-conheço-mais-não-sei-da-onde”, uma confusão de sentimentos vêem a tona. E aqueles olhos azuis eram familiares, sim, eles eram mais de onde? Talvez o conhecesse, mais  quando o conheci ele era totalmente diferente, ou devo estar pirando por causa do furação de sentimentos dentro de mim.
-Ow- diz Mia me cutucando- Falta poucos minutos para as 19h00, liguem para os meus pais virem buscar a gente.
-Ok. - Digo desviando o olhar para o garoto e  pegando meu celular dentro da minha bolsa.
-Moça, você tava com a cabeça aonde?- diz a garota- Ou melhor, viu alguém gato demais, e não conseguiu desviar o olhar? Eu vi que você do nada tinha ficado arrepiada...
É Mia, talvez eu vi meu passado constrangedor, ou uma pessoa que eu conheci em uma vida passada. Mais invés disso, ignoro sua pergunta a falo:
-Ta chamando...
Após falar com seus pais, nos duas fomos para o primeiro andar, e ficamos  esperando eles na frente do shopping. Quem  veio buscar a gente foi a senhora Suzana, mãe de Mia. Em seguida, fomos para o  McDonald’s, onde já estavam o senhor Anderson e o Igor.
Na lanchonete, pedi um cheeseburger e suco de laranja, Amélia pediu o mesmo. Jantamos todos conversando entre si, menos o Igor, que se divertia nos brinquedos. Durante um bom tempo, até à hora de dormir, fiquei investigando meus pensamentos para saber de onde eu conhecia aquele garoto, e nada....
                                                                                  Continua....

Aquela viajem - parte IV

-Senhorita, acorde. Já chegamos. – Disse a aeromoça.
-Hã?Já chegamos- falo meio sonolenta olhando pros lados, era uma das únicas que restavam- Acho que dormi um pouquinho. Obrigado
A comissária de bordo se retira sem falar nada, me levanto pego a minha bolsa e saio do avião. Ao chegar no aeroporto, olho para o relógio 22:15, eles já deviam estar me esperando. Pego a minha mala logo em seguida e sigo em frente.
Olhei para um monte de gente, queria ver se encontrava uma menina roqueira, com maquiagem no estilo Taylor Monsen. Assim era a filha mais velha deles, Amélia, mas a chamo de Mia. Eu avistei seus pais junto com o seu irmão mais novo o Igor mais me assusta quando vejo Mia. Ela havia abandonado aquele estilo emo roqueiro que ela adorava e tinha adotado um estilo meio que Kristen Stewart.
-Bem Vinda a sua terra, Minas Gerais. – Diz Mia, que veio correndo para me abraçar.
-Hey!-Falo- Mudou muito gatinha...
Falei com os pais dela e o seu irmãozinho e  em seguida fomos ao estacionamento do aeroporto. O pai dela o Sr. Anderson pegou minha mala e a colocou no porta-malas do carro. E entrei no carro junto com a família.
Ao chegarmos no hotel, Mia, fala que iríamos dividir o mesmo quarto. E que os pais dela, iriam deixa a gente em um shopping e eles em outros. Cara, isso é um sonho sendo realizado, nada de errado pode ocorrer neste feriado...
Já no quarto, após tomarmos nosso banho, ficamos conversando, comendo barras de chocolate e coca-cola zero – uma pra cada.  Ficamos também discutindo quem iria  dormir na cama de cima, eu falei que dormiria numa boa na cama de baixo. Mas chegamos à conclusão de revezarmos durante a estadia.
Continua...

Aquele feriado - parte III

Na quinta-feira, já havia arrumado minha mala. Fiquei completamente perdida em que roupa levar, graças à internet soube as roupas idéias para se levar.
Havia chegado a tão sonhada sexta-feira, já havia me despedido das meninas, fomos na quinta à noite para a padaria. E no caminho do aeroporto, fiquei nervosa, era minha primeira viagem sozinha.
Chegando ao aeroporto, ajudei meu pai com as malas. Abracei-os bem forte quando já estava iria direto á sala de espera, eles ficaram do lado de fora me olhando. Meus olhos estavam semelhantes ao da minha mãe, cheio de lagrimas.
Ao entrar no avião, procurei o meu lugar, havia achado. Guardei a minha bolsa e me sentei. Meu lugar era bem perto da janela, dava pra ver o aeroporto. Fiquei lá olhando a janela até quando o avião decolou, e tudo que conseguia ver era o pôr-do-sol.
O vôo iria durar duas horas, achei melhor dar um cochilo até lá....
                                      Continua....

Aquele feriado - parte II

A semana, por incrível que pareça voava, e já estávamos na quarta-feira. Era o dia que meu pai iria chegar de viagem, ele estava em Itabira, cidade do interior de Minas Gerais.
         Cheguei em casa, totalmente atrasada para o almoço, minha mãe não se importou, achei estranho, ela apenas não se importa, quando acontece alguma coisa de bom. Acho que vai acontecer algo bom pra ela, porque minha vida está ruim de mais para acontecer alguma coisa de bom.
         Meu pai já estava em casa, abracei ele. Quando todos já estavam sentados na mesa, ele diz:
         -Liz, eu e sua mãe, tomamos uma decisão em relação sobre o feriado, sobre a viagem que estamos planejando – eu e minha irmã, Camilla, ficamos aflitas – Nos iremos para Belém.
         - Sim, todos iremos – digo- mesmo não gostando de lá.
         - Sim, sabemos disso- fala meu pai- Mas enquanto estava em Itabira, falei com o Anderson e a Suzanna, e eles irão para Belo Horizonte neste feriadão. E perguntaram se você podia ir com eles. Você se dá muito bem com a filha mais velha deles, afinal tem 14, a sua idade, e achei uma ótima idéia você ir.
         - Serio??- Falo animada. – Nossa, nem to acreditando!
         Estava alegre, pelo menos alguma coisa para alegrar meu dia.
         - Está tudo certo, nesta sexta-feira, as 18h00 horas você irá para o aeroporto, eles estarão lhe esperando.-Disse minha mãe.
         - Obrigado!Obrigado!- Falo, abraçando meu pai e minha mãe.
         Do nada estava animada, daqui a dois dias iria para BH. Logo depois do almoço e ajudar na cozinha, corri para o meu quarto. Fiz meu dever, e até os que provavelmente os professores pediriam para fazer durante o feriadão.
         Algo dentro de mim dizia que isso me renovaria. Era o que eu precisava.
Continua...
Mais um dia havia chegado ao fim, já eram 23:00 da noite, e procurei me lembrar de tudo que havia feito neste sábado .E quando se mora no fim do mundo você não tem muitas coisas para se fazer, apenas navegar horas na internet.
Desliguei o computador, tomei meu banho, arrumei a minha cama e me deitei. Estava sem sono, mais mesmo assim, fechei meus olhos., e me deixei levar pelas minhas lembranças misturada com minha imaginação. Adormeci.
Acordei, a manhã estava linda, o sol estava brilhando. Tomei meu café da manhã, arrumo a minha cama e troco de roupa. Minha irmã mais nova estava no computador, então o jeito mesmo foi ver televisão no meu quarto. Nada de bom passava, troca de canal o tempo todo, havia até perdido a conta de quantas vezes ele havia se repetido os canais. Meu celular toca, era Sandra, uma amiga.
-Eii, Liz, vamos por clube hoje?? As garotas também vão, o que achas?
-Não to muito a fim de ir – digo- Ainda tenho os exercícios de matemática para fazer, é para amanha á entrega.
-Você quem sabe, tchau.
-Tchau.
Aquilo tudo era uma desculpa, não gostava de sair muito aqui, os únicos lugares disponíveis  para sair não eram tão legais pra mim. Depois de almoçar, fiz os exercício que faltavam, e ao terminar, fui para o computador. Fiquei navegando de site por site, quando vejo o relógio, já eram 21:45, e minha mãe me mataria se ficasse mais um tempo no computador, amanhã, bem cedo tinha aula, mereço. Meus dias de tédio estão contados...
Continua...
Sabe o tedio ? Então, estamos tão íntimos que já tô chamando ele de Ted ¬¬
 

sexta-feira, 18 de março de 2011

Eu escoli,

Ver em cada dia mais uma chance de realizar meus sonhos. Não desistir sem tentar, não desistir sem conseguir. Dar valor a um abraço. Dizer "eu te amo" apenas de coração. Ver em meus amigos verdadeiros irmãos. Não ter medo de mudar... Para melhor! Acreditar no bom da vida. Eu escolhi não desistir de ser feliz e de fazer feliz a todos que me querem bem  

Te amo e te odeio. É como se eu tivesse vontade de te dar um tiro e entrar na frente pá te salvar


Seja Feliz... E a opiniãao dos outroos ? Ahh, eles que se explodam ...

terça-feira, 15 de março de 2011

segunda-feira, 14 de março de 2011

não escolha, a pessoa mais bonita do mundo. Escolha a pessoa que faz do seu mundo, o mais bonito.

domingo, 13 de março de 2011

Você já parou para pensar, que a pessoa certa pra você, tabem sofre por ainda não ter te encontrado ainda?!

 
Pessoas perfeitas:
não mentem, não bebem, não brigam, não erram e não existem.
 
         
                           

    to me afastando, de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Fui ser feliz, e não volto
 
cara sabe o que eu quero mesmo ? eu quero mesmo é curtir a vida! o passado que se dane, tristeza não existi mais dentro de mim! vou ser feliz, deixar as coisas rolarem sem ver o tempo passar, sem se apegar a ninguém! agora conselho: quando você se apaixonar por alguém que esteja longe, mesmo sendo a sua maior paixão, não se apegue a ninguém, deixe as coisas acontecerem. Pois depois, com o tempo vocês vão se esquecer, e tudo vai voltar ao normal, sem que ninguém perceba! haa e outro conselho (esse é o mais importante de todos! hihi'): SEJA FEEEELIZ !

beejos, nós 3 !

sábado, 12 de março de 2011

Todos falam para mim que eu tenho que esquecer certa pessoa, mas isso não é fácil!Como uma das duas já disse antes isso é hiper mega power blaster shnauzer difícil. Amo mesmo essa pessoa e não quero esquecê-la tão de repente assim!Sei que não nos vemos muito mas sei que tudo está como deveria estar! Apenas quero esperar um pouco para ver como as coisas vão ficar, espero que não mude muito mas como eu não tenho controle disso só posso esperar e amar né?

Sejam felizes de qualquer jeito!

Gente ... duas  donas  do blog (que  não sou eu , mas sim as  outras) estão  muito pra baixo.
Motivo? Meninos ...
Tinha que ser (tinha que ser o chaves de novo). Tudo  por causa  que elas  se apaixonaram por garotos que não moram na Cidade do Nunca (cidade que nós moramos)... e uma delas, arrumou  um garoto fora  do  estado! Ta ... mas paixão é paixão né ?
Já  a  outra , encontrou um que nem mora  numa cidade muito longe ... mas não  é  a  mesma cidade que moramos...(BIG PROBLEM)
E por isso ... elas ficam Hiper mega power blaster shnauzer( shnauzer - raça de cachorro que parece nome de instrumento para medir grandeza) tristes ... E o pior é que elas são minhas melhoreeeees  amigas, e eu, a paradona  aqui ( posso até ser paradona, mas sou muuuito  feliz) não posso fazer nada alem de dar conselhos que nem sempre são bons ...
O que eu aconselho para você que está  nessa situação :
Vá em festas e não fique sentado(a) numa mesa sem que você esteja sorrindo (por dentro e por fora), se divertindo muito e dando gargalhadas!
Dance! Isso faz  você esquecer de todos os seus problemas ... e  o que ajuda muito  a dança é  a cantoria!
Cante até perder a voz! Mas cante!
Se  você não tiver nenhuma  festa pra ir, chame  uns amigos pra ir na sua  casa ou  pra vocês darem uma saidinha, só pra descontrair!
Mas  o mais  importante, esqueça  a  tal pessoa  que  mora  em outro  lugar, e  não  pense que  eu  não  sei que é  MUITO , mas MUITO , mas MUITO difícil de esquecer essa pessoa! Eu sei que é...
Mas você  necessita  arrumar  uma pessoa  mais  fácil de encontrar e mais  fácil de conversar...
Pode apostar que , se  essa  pessoa  for alguém de  boa ... tu vai ser MUITO mais feliz do que com   o  outro  tal!
então  o  conselho final :
SEJA FELIZ DE QUALQUER JEITO!
Será que algum dia eu ainda vou encontrar um príncipe encantado? Que aparece no sonho de qual quer garota, que te ame e te faça feliz, que sempre fiquei perto de você! Pois é, acho que só acontece nos sonhos mesmo viu! Será que depois de um coração machucado e dolorido, ela volta ao normal nenhuma cicatriz? Será que vamos conseguir parar de chorar quando lembramos da pessoa nós amávamos? Ou será que sempre vamos ficar pensando, chorando e com o coração machucado? É... com o tempo tudo volta ao normal, tomamos consciência que aquele não era o garoto ideal, e que temos que seguir nossas vidas, sem lamentar o passado. E saber também, que essa não vai ser a primeira e nem a ultima vez, que isso vai acontecer em nossas vidas!

beijos, nós 3 ...

sexta-feira, 11 de março de 2011

Far Away - Nickelback

Far Away

This time, this place,
Misused, mistakes
Too long, too late
Who was I to make you wait?
Just one chance, just one breath
Just in case there's just one left
'Cause you know, you know, you know...

(Chorus)
That I love you
I have loved you all along
And I miss you
Been far away for far too long
I keep dreaming you'll be with me
And you'll never go
Stop breathing if I don't see you anymore

On my knees, I'll ask
Last chance for one last dance
'Cause with you, I'd withstand
All of hell to hold your hand
I'd give it all
I'd give for us
Give anything but I won't give up
'Cause you know, you know, you know

(Chorus)
That I love you
That I loved you all along
I miss you
Been far away for far too long
I keep dreaming you'll be with me
And you'll never go
Stop breathing if I don't see you anymore

So far away (So far away)
Been far away for far too long
So far away (So far away)
Been far away for far too long

But you know
You know
You know
I wanted
I wanted you to stay
Cause I needed
I need to hear you say
That I love you
I have loved you all along
And I forgive you
For been away for far too long
So keep breathing
Cause I'm not leaving you anymore
Believe and hold on to me and, never let me go
Keep breathing
Cause I'm not leaving you anymore
Believe it Hold on to me and, never let me go
(Keep breathing) Hold on to me and, never let me go
(Keep breathing) Hold on to me and, never let me go

Tão Longe

Desta vez, este lugar,
Desperdícios, erros
Muito tempo, muito tarde
Quem era eu para te fazer esperar?
Apenas mais uma chance, apenas uma respiração
Apenas no caso de haver apenas uma restando
Porque você sabe, você sabe, você sabe ...

(Refrão)
Que eu te amo
Eu te amei o tempo todo
E eu sinto sua falta
Estive afastado por muito tempo
Eu continuo sonhando que você estará comigo
E você nunca irá embora
Paro de respirar se eu não te ver mais

De joelhos, eu pedirei
Última chance para uma última dança
Porque com você, eu resistiria
Todo o inferno para segurar sua mão
Eu daria tudo
Eu daria tudo por nós
Dou qualquer coisa, mas eu não vou desistir
Porque você sabe, você sabe, você sabe

(Refrão)
Que eu te amo
Que eu te amei o tempo todo
Eu sinto sua falta
Estive afastado por muito tempo
Eu continuo sonhando que você estará comigo
E você nunca irá embora
Paro de respirar se eu não te ver mais

Tão longe (tão longe)
Estive afastado por muito tempo
Tão longe (tão longe)
Estive afastado por muito tempo

Mas você sabe
Você sabe
Você sabe
Eu queria
Eu queria que você ficasse
Porque eu precisava
Eu preciso ouvir você dizer
Que eu te amo
Eu te amei o tempo todo
E eu te perdôo
Por ter ficado afastado por muito tempo
Então continue respirando
Porque eu não vou mais te deixar
Acredite e se segure em mim e nunca me deixe ir
Mantenha a respiração
Porque eu não vou mais te deixar
Acredite Segure-se em mim e nunca me deixe ir
(Continue respirando) Segure-se em mim e nunca me deixe ir
(Continue respirando) Segure-se em mim e nunca me deixe ir
 
 
 
 

quinta-feira, 10 de março de 2011







Apaixonada?Pode ser.. Tá quem eu estou querendo enganar?Sim eu estou apaixonada!
E acho que vou ficar assim por mais algum tempo até resolver toda a situação, que no momento está complicada:
Tenho amigos que na verdade estão tentando se tornar mais do que isso...
Tenho uma amado que está longe no momento, e isso dói!
Tenho amigas magoadas que estão com o coração partido ou saudades...
Tenho que estudar o tempo inteiro pois esse ano será bem puxado!
Tenho que cuidar de quatro blogs ao mesmo tempo mas confesso: não consigo!
Tenho problemas familiares que não são tão fáceis assim de resolver!


Bem, você pode estar pensando que alguns desses problemas podem ser banais, mas tente viver todos ao mesmo tempo!Vê se é fácil!Eu não estou conseguindo aguentar!Quero que isso passe logo!Quero voltar a minha vida normal!Mas não dá, sei que se está assim é assim que tem que estar então deixarei tudo assim!




Beejos nós três....
sabe o que é voce ter um amor e estar longe dele, e não poder fazer nada pra resolver esta situação?! Matar as suadades por fotos e alguns telefonemas. Saber que algum dia voces ainda vão se encontrar mais não sabe qual dia é este ! Pois é, essa é uma senssação horrível, você está feliz mais muito triste ao mesmo tempo, sem saber direito o que acontece com a vida da pessoa amada, cheia de preocupaçãoes e obrigações, mais não conseguir fazer nenhuma pois só fica sonhando com a hora de ver ele ! Ter lembranças que não consegui recordar direito, sonhar todas as noites... ! histórias maravilhosas de amor se resumem nisto ! pois só quem ama de verdade passa por barreiras gigantes, até conseguir o que mais quer ! O SEU AMOR !
beeejos nós 3 ...

sábado, 5 de março de 2011


É como se eu estivesse esperando… Não sei o que, não sei quem. Mas parece que estou aqui só esperando que chegue, que chegue algo que vá mudar tudo. 

Já reparou como nossos problemas parecem sumir quando temos boas companhias ao nosso lado?

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Dias Melhores - Jota Quest - Clipe

Dias melhores Jota Quest - letra

Vivemos esperando
Dias melhores
Dias de paz, dias a mais
Dias que não deixaremos
Para trás
Oh! Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que
Seremos melhores
(Melhores! Melhores!)
Melhores no amor
Melhores na dor
Melhores em tudo
Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que seremos
Para sempre
Vivemos esperando
Oh! Oh! Oh!
Dias melhores prá sempre
Dias melhores prá sempre
(Prá sempre!)...

Vivemos esperando
Dias melhores
(Melhores! Melhores!)
Dias de paz
Dias a mais
Dias que não deixaremos
Para trás
Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que
Seremos melhores
(Melhores! Melhores!)
Melhores no amor
Melhores na dor
Melhores em tudo
Oh! Oh! Oh!...

Vivemos esperando
O dia em que seremos
Para sempre
Vivemos esperando
Oh! Oh! Oh!...

Dias melhores
Prá sempre...(4x)

Uh! Uh! Uh! Oh! Oh!
Prá sempre!
Sempre! Sempre! Sempre!...

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011









Porque sempre as melhores coisas sempre acontecem depois que você recebe a pior notícia do mundo?Pois é, isto aconteceu comigo hoje!Agora a pouco fiquei sabendo de algo muito chato(acho que a pessoa tinha de ter falado comigo direto e não ficar escondendo!Mas a minha amiga fez um grande, tá isso é apelido, ela me fez um hiper-ultra-mega favor me contando o que estava acontecendo.Claro isso me magoou muito, mas como ela mesma disse: melhor ficar sabendo agora e ficar magoada, do que descobrir depois e ficar desolada!), mas logo depois disso uma pessoa entrou no msn e o meu dia já melhorou só de falar com ela, então ela me disse algo e eu não acreditei!Era uma coisa que eu queria ouvir faz tempo!E nada nem ninguém pode me deixar para baixo daqui pra frente, e isso tudo só por causa de duas palavras!!!Agora estou mais feliz do que nunca!








Bjooos*
Uma des nós...(a mais feliz claroo!)

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

"...Saudade é amar um passado que ainda não passou,
É recusar um presente que nos machuca,
É não ver o futuro que nos convida..."





"E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos..."





"Saudade é solidão acompanhada, 
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já..."



"Nega-me o pão, o ar,
a luz, a primavera,
mas nunca o teu riso,
porque então morreria."



"Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.
Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa."







"O futuro tem muitos nomes. Para os fracos é o inalcansável. Para os temerosos, o desconhecido. Para os valentes é a oportunidade." 
Victor Hugo

Cursor


Free CursorsMyspace LayoutsMyspace Comments